Relato 2 «As ideias são como as cerejas …»

04-05-2010 06:30

 

Neste relatório escolhi o Jardim de Infância de São Sebastião pelo encadeamento que fez das actividades.

As ideias são como as cerejas e acho que aconteceu isso mesmo com a Educadora Teresa.

A colega Teresa já tinha trabalhado esta temática noutras perspectivas no ano passado. Podem ver na nossa página a história dos ovos misteriosos. Mas achei tão engraçada a ideia que não deixei de divulgar e até porque o grupo é o mesmo e há uma continuidade no trabalho.

Quando comecei a trabalhar no agrupamento já conhecia a Teresa, somos amigas... primeiro colegas num outro agrupamento, mas a vida é assim... vai juntando à nossa vida pedacinhos de sol e a Teresa é um desses pedacinhos... Por isso quando comecei a pensar neste projecto com a Margarida pensei logo nela. Tinha a "cara" dela como nós costumamos dizer entre nós.

Disse-me logo que com certeza que a temática surgiria … e surgiu e de que maneira...

O tempo passou. Até porque a formação não se iniciou com o ano escolar e quando começámos o trabalho a Teresa estava a trabalhar os afectos. Andava a falar dos amigos e então eu mostrei aos alunos a história do "Amigo de papel".

Quem não conhecer o site EUSEi pode aproveitar para ver os jogos e as ferramentas. :-)

Conversa puxa conversa, daí aos alunos imaginarem o seu amigo de papel foi um passo.

Num mail na sequência dessa sessão surge a frase da Teresa "A partir da história que vimos ontem contigo "o amigo de papel" , e de um conto que li hoje, "Os 3 astronautas" cada criança fez o desenho do seu amigo de papel, um amigo imaginário, com mais de 2 braços duas pernas, para que possa fazer ao mesmo tempo mais carinhos, mais festinhas e mais abraços ... correr mais, etc."

Mas não ficamos por aqui, no meio da conversa percebemos que a temática já tinha sido abordada e num trabalho muito interessante com os pais.

Nesse momento havia uma árvore na sala que se chamava a árvore dos afectos, estava coberta de corações com mensagens e partir daí a Teresa contou-me que no Natal tinham feito a árvore dos contos. O presente que deram aos pais foram contos. Cada conto tinha por base um valor. Podemos encontrar esses contos em http://contadoresdestorias.wordpress.com/. E as crianças tinham uma outra árvore a árvore dos livros (o seu presente de Natal).

Agora, em Março, esta árvore era a árvore dos afectos. " Agora estamos a montar a árvore dos AFECTOS com corações decorados com frases escolhidas pelas crianças." Teresa

Parece-me que não vamos ficar por aqui...

Hum... esta árvore já está despida outra vez... os meninos disseram-me que só esteve à espera da visita da Margarida... vamos ter surpresa... ah pois vamos!...